sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Tempestade no bosque

Voltei a fazer caminhadas em matas próximas à cidade. Na última delas, depois de andar por cerca de vinte minutos na trilha que existe num dos parques do município, dei com os sinais de um temporal que havia caído na semana anterior, entre eles uma árvore já antiga atravessada no meio do caminho e, mais adiante, um ninho de filhotes de pardais que não resistiram ao rigor da natureza. Antes de continuar meu caminho, fiquei por cerca de 5 minutos olhando a árvore e os pequenos pássaros mortos e pensando na inestimável vantagem que as demais formas de vida, por mais simples que sejam, têm sobre nós, bípedes pensantes. Plantas e animais cessam no momento em que morrem. Homens e mulheres, ao contrário, correm o risco de cessar antes da morte, seja por desilusão, desencanto, depressão, tristeza ou sofrimento. Quando isso ocorre, a vontade e a alegria de viver ficam no chão, tão mortos quanto as árvores e os pássaros que as tempestades de verão destroem dentro do bosque. Mas o corpo continua a vagar como um fantasma condenado a existir sem como nem porquê. Pensar que cessamos é íngreme, como disse o poeta. E torna-se ainda mais doloroso quando pensamos que isso pode nos ocorrer antes do fim. Viver, afinal, é mais do que respirar.

5 comentários:

Zélia disse...

Com toda certeza! É triste ver quantos de nós já cessaram suas vidas antes que elas tivessem chegado a um final. Outros, ao contrário, têm o poder de se manterem vivos mesmo depois de mortos...

Jéu disse...

Concordo com você.

Algumas relações que podemos observar na vida, são tão complexas e difíceis de entender.

Por que será que a vida reserva destinos diferentes e contrários ao que lutamos e desejamos que aconteça?

Um grande abraço!

Anônimo disse...

大陸新娘要幾歲才能嫁來台灣?外籍新娘如何申請良民證? 大陸新娘來台後須多久才可以申請身份証呢?外籍大陸新娘來台後在沒身份証情形下可以工作嗎? 外籍新娘努力向上,台南有一個大陸新娘,他在大陸是一新疆舞的老師,他雖然嫁來台灣當大陸新娘,但是他一樣努力向上他為了讓新疆舞的美讓台灣人都知道於是在公園教越南新娘林氏一起跳,二個人就這樣變成好姐妹,越南新娘也因為如此他的生活也更加充實開心.

paulo disse...

Tantas tempestades.
Mas tem animais que também sofrem dos males dos homens

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !