sexta-feira, 1 de maio de 2009

Exercício de Impressionismo nº 4

Variações para revoada em dó maior
Urubus, feios e atrapalhados quando vistos de perto, adquirem uma aristocrática elegância ao percorrer as alturas.
Gaviões aparentam frieza e segurança em qualquer altitude, como quem calcula racionalmente uma inspeção de caça.
Corujas e morcegos se comprazem em voar sem ser percebidos, empenhados numa espécie de missão secreta de vigiar a noite.
Pombas percorrem o céu em bando e realizam coreografias curvas que têm algo de arte alada.
Sanhaços são acrobatas natos e não se intimdam com os ventos fortes.
Andorinhas, como crianças que nunca crescem, fazem do vôo uma constante brincadeira.
Homens — esse é o dó — observam pássaros porque não sabem voar.

0 comentários: