quinta-feira, 14 de maio de 2009

Dicionário Anárquico da blogosfera: "A", de amizade virtual

Amizade virtual [substantivo feminino]: 1 - Segundo os dicionaristas da era anterior ao advento da web, trata-se de uma espécie de afeição independente de amor sexual ou de laços de família ou, ainda, dedicação e benevolência gratuitas. 2 - Com o advento da blogosfera, às várias espécies do gênero se acrescentou a virtual, que pode ser entendida como o fenômeno que, unindo interioridades por meio de computadores, faz com que o sentimento enfim triunfe sobre a distância, permitindo, por exemplo, que um habitante de Portugal se sinta feliz porque o filho de sua amiga do Brasil ingressou na universidade ou que a melancolia que alguém sente ao ver o pôr do sol em Moçambique seja compartilhada pelo amigo que passa férias em Nova York. O mesmo fenômeno intensifica a possibilidade de os habitantes do mundo virtual sentirem as dores dos amigos, o que traz a expectativa — demasiado otimista para uns, justificável para outros — de um aumento em proporção ainda não vista da fraternidade e da solidariedade entre homens e mulheres.

2 comentários:

Liene disse...

Márcio,
Tenho certeza que os vocábulos tradicionais terão novas aplicações com essa transformação dos círculos de convivência virtual. É evidente a atenção e o calor humano que se despende entre amigos virtuais não tem o mesmo valor em relação à proximidade, onde há a frieza de uma tela e da distância que os separa. Mas como você bem observou, os laços de fraternidade e solidariedade estão cada vez mais sólidos e com boas e grandes chances de expansão.
Porém, como tudo que parece muito bom tem suas ciladas, a cautela torna-se essencial quando alguém se dispuser a abrir o coração para os amigos virtuais.

Em tempo, tem previsão de quando será o lançamento impresso do Dicionário Anárquico da Blogosfera? ...rsrs
Será uma publicação bem interessante...

Grande abraço!

Debby disse...

Com essa questão de amizades virtuais eu costumo me virar bem. Tenho amigos que moram em outros estados e já até tive contato ao vivo com eles,mas são poucos. Contudo, precisamos ter cautela, pois assim como as pessoas que nos cercam no dito "mundo real" são nocivas também. Precisamos ter muito cuidado mesmo.
Adorei o dicionário!
;]